Conheça o que é um plano de ação!

plano de ação

Para que uma empresa conquiste cada vez melhores resultados, ela deve ter no seu horizonte o que precisa ser feito para atingir tal objetivo, e o plano de ação é um recurso indispensável para isso.

Quem já atuou na linha de frente de uma companhia sabe que as demandas diárias do local podem ser muitas. Mas nenhuma delas é tão importante quanto a dedicação a uma performance cada vez mais produtiva e vantajosa financeiramente.

De fato, qualquer empresário deseja vender mais, de maneira a aumentar consideravelmente o seu faturamento. Porém, para que isso seja possível, ele precisa saber o que deve ser feito para alcançar essa meta.

Uma companhia que atua produzindo e comercializando tanque de armazenamento industrial sabe que só conseguirá melhorar os seus objetivos com relação a produtividade e entradas financeiras caso se planeje para essa finalidade.

Mas é preciso frisar que não se trata de aumentar apenas a quantidade de estoque, produzindo mais produtos. Se não houver uma estratégia para que eles sejam efetivamente vendidos, o prejuízo pode ser visto em pouco tempo.

Esse problema pode ser ainda mais grave em empresas que fabricam itens perecíveis, ou seja, que possuem data de validade mais curta do que o comum. Diante disso, nada mais apropriado para o estabelecimento do que investir em um plano de ação.

Não há como planejar um crescimento sólido e constante se não houver uma organização efetiva, na qual seja possível ter meios de atuar com estratégia no presente e no futuro, levando em conta os períodos de curto, médio e de longo prazo.

Por isso, uma companhia precisa desenvolver um planejamento. Você sabe o que isso significa na prática? Para entender mais sobre o que é plano de ação, não deixe de prosseguir na leitura deste artigo.

O que é um plano de ação?

Uma fabricante pode ter acabado de abrir as suas portas, pois deseja ingressar no mercado e conquistar clientes. Para que ela tenha uma trajetória de sucesso, não há como começar sem um plano de ação.

Mas, afinal, o que é um plano de ação?

De forma prática, ele se trata de uma ferramenta que possibilita a organização interna de uma companhia, de modo que seja possível alcançar os objetivos do negócio. Ele é composto de:

  • Metodologias e definição de metas;
  • Atividades que devem ser realizadas;
  • Definição de responsáveis pelas ações;
  • Acompanhamento de projetos.

Ou seja, tudo o que diz respeito às estratégias de crescimento de uma empresa devem estar contidas no plano de ação, sem o qual todo o trabalho pode acabar sendo feito de modo vago, o que traz consequências para a companhia.

Qualquer gestor que já tenha atuado em uma companhia na qual não é possível se guiar por um caminho pré-determinado, sabe que ela pode estar trilhando um rumo sem muitas projeções positivas.

É como uma pessoa que não definiu ainda os seus objetivos pessoais: se não há um plano de ação para que ela conquiste o seu diploma, encontre um bom emprego e defina o que pretende fazer nos próximos anos de sua vida, ela estará vivendo apenas por viver.

Contudo, quando há um planejamento efetivo, como o de começar um negócio, ela certamente saberá onde pretende chegar dali há alguns anos, ampliando a sua pequena empresa e conquistando mais clientes.

O mesmo cenário se aplica a uma companhia, independentemente do segmento no qual ela atua. O plano de ação é o meio mais eficaz para que os gestores se alinhem e alinhem a sua equipe com base nas metas da empresa para os próximos anos.

Por isso, é essencial que os administradores do negócio estejam devidamente habilitados para a produção do plano de ação e que saibam utilizá-lo de forma produtiva para aumentar o engajamento dos funcionários e para obter sucesso na produção da firma.

Por que utilizar este recurso?

Um plano de ação bem desenvolvido pode ser o caminho mais eficaz para que uma empresa conquiste os seus objetivos sem ter prejuízo de tempo e de dinheiro. Isso pois ele é estruturado para ser uma ferramenta eficiente e direcionadora.

Se dentro de uma companhia é possível perceber que a produção está com pouca eficiência devido a falta de equipamentos, esse é um problema que deve ser resolvido o quanto antes, posto que impacta diretamente no estoque da empresa.

Nesse caso, a ampliação e a modernização do pátio fabril da companhia precisam estar incluídas dentro do plano de ação, que vai ditar quais serão os passos que a companhia deve trilhar para crescer.

Ou seja, nesse sentido, fica fácil perceber os motivos pelos quais é preciso utilizar o recurso do plano de ação para uma melhor performance da companhia.

De fato, quanto mais detalhado for o planejamento de crescimento para os próximos períodos, melhor direcionada a firma caminha, o que significa que ela possui disciplina e capacidade de ser conduzida da forma esperada.

Afinal, não há um empresário da área ou de qualquer outro setor que não conheça a necessidade de planejar o crescimento do seu estabelecimento, e isso só é feito de forma organizada e produtiva com ferramentas apropriadas.

Portanto, o plano de ação de uma empresa deve ser feito e utilizado para promover o avanço da companhia, para que ela planeje os seus próximos passos, para que consiga lidar com as adversidades e para coordenar adequadamente toda a sua equipe.

Passos para criar um plano de ação eficaz

Um plano de ação é uma ferramenta que pode ser utilizada em diferentes nichos de mercado, mas que precisa ser desenvolvida de forma personalizada, considerando as particularidades de cada negócio.

Ele pode ser feito em algumas etapas simples, que ao serem somadas oferecem um bom panorama de todo o plano de ação.

Dessa forma, a eficácia dele é ainda maior, pois cada elemento utilizado se torna familiar aos gestores. Veja a seguir o que é preciso ser feito.

1. Conheça a estrutura

Para desenvolver o plano de ação, geralmente se utiliza a técnica 5W2H, que se trata de um checklist com atividades fundamentais para a criação da ferramenta. São elas:

  • What (etapas): o que precisa ser feito;
  • Why (justificativa): por que precisa ser feito;
  • Where (lugar): onde precisa ser feito;
  • When (tempo): quando precisa ser feito;
  • Who (pessoas): por quem precisa ser feito;
  • How (metodologia): como deve ser feito;
  • How much (custos): quanto será usado para fazer.

De fato, se uma gráfica decide ampliar o seu portfólio para atender a pedidos, ela precisará conhecer cada uma das etapas acima para que a implementação seja feita de forma positiva, vantajosa e eficaz.

2. Coloque em prática

Após conhecer a estrutura de um plano de ação, não há como não dar início ao plano de ação o quanto antes. Ou seja, sabendo cada ponto que deve constar na ferramenta, é fundamental organizá-la rapidamente.

Por isso, pode ser necessário fazer reuniões com diferentes membros da equipe com o intuito de construir o plano de ação. A começar, é fundamental que se defina o objetivo, que nada mais é do que o ponto inicial do plano.

Depois de definido, deve haver a transmissão desse conhecimento aos colaboradores, para que eles estejam alinhados em termos de ação e de expectativa. Aqui também entra a necessidade de materializar os passos que serão tomados no futuro.

Sendo assim, é preciso distribuir as funções conforme o cargo de cada membro da equipe. Dessa forma, cada um deles sabe o que lhe é cabido fazer. Uma reunião de alinhamento cai bem nessa etapa, já que essa ação exige um compartilhamento de ideias e sugestões.

Outro ponto fundamental é o de estipular prazos, criando um cronograma. Se há a meta de vender 10 unidades de geladeira expositora para padaria em 15 dias, a equipe de vendas precisa estar ciente e envolvida com esse objetivo.

Nessa etapa, também entra a importância de atribuir tarefas aos responsáveis, assim como o de deliberar quem se reportará a quem, criando assim uma hierarquia funcional que contribua para o bom desenvolvimento do plano de ação.

Em alguns casos, um plano de ação vai exigir investimentos, de modo que alocar recursos financeiros para compras precisa ser um dos componentes do plano de ação. Isso porque melhorias significativas dependem de verba para o aprimoramento das atividades.

Depois de alguns dias, outra reunião para a identificação de dificuldades e problemas é indispensável, pois ela fornece um diagnóstico preciso do que deve ser alterado. Isso ajuda no aprimoramento do processo, de modo que o plano começa a fazer um efeito maior.

Na sequência, é preciso desenvolver estratégias, verificar e monitorar o progresso e acompanhar de perto a evolução da empresa, que passará a ter melhores resultados com todo esse plano de ação colocado em prática.

Considerações finais

Seja para vender mais unidades ou para abrir novas filiais de uma companhia, é preciso saber agir para conquistar bons frutos.

Por isso, um plano de ação é o melhor caminho para o sucesso e desenvolvimento de uma empresa, que passará a crescer e poderá ter os seus objetivos devidamente alcançados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes.Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona| Nossos Serviços | Análise gratuita |Fale Conosco |Anuncie Melhor |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários.Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: