Endomarketing: descubra o que é e como implementar as 3 etapas fundamentais

endomarketing

Os desafios enfrentados por empresas de diversos segmentos tem origem em aspectos internos e externos ao mercado. Além do posicionamento de mercado e a acirrada competitividade, as empresas devem se preocupar com o endomarketing.

É verdade que a competitividade abrange as relações comerciais, no entanto, seu contexto aplicado ao ambiente corporativo não deve ser resumido a tão somente isso.

As empresas disputam para manter seu quadro de funcionários com pessoal qualificado.

Pessoas qualificadas e com as qualificações esperadas pelas empresas são o sonho de qualquer departamento de recursos humanos, as gerências têm sido cada vez mais exigentes para de fato contratar pessoas que possam atender suas necessidades.

Sem dúvidas, para segmentos específicos há a exigência em ter especialistas com as devidas competências alinhadas com a cultura da empresa.

Para uma clínica de inseminação, o desafio enfrentado no âmbito interno não é só em encontrar pessoas qualificadas para exercerem as atividades delegadas, mas também em manter o funcionário na empresa de modo que construa laços.

O desenvolvimento profissional deve ser levado em consideração quando abordada a pauta de reter talentos.

Um profissional que sente abertura para seu desenvolvimento na empresa, com certeza irá cogitar construir carreira em seu local de trabalho.

Por isso, visando ter funcionários interessados em firmar carreira e de fato se desenvolver profissionalmente, é esperado que as empresas invistam.

Esse investimento não se trata somente em oferecer benefícios e bons salários, o bom convívio com colegas de trabalho e a possibilidade em conciliar a vida pessoal e profissional são pautas analisadas no momento de decisão sobre estar ou não em uma empresa.

Certa corporação que fornece malha pop para calçada decidiu contratar uma consultoria de recursos humanos para apoiar com estratégias para evitar a rotatividade de funcionários.

Em momento de escolha dos métodos, a consultoria identificou a necessidade de investimento em endomarketing, comum para empresas atuais.


Leia também:


O que é o endomarketing?

O endomarketing pode ser compreendido como o marketing interno para empresas, partindo do pressuposto que o conceito de marketing abarca ações para atrair clientes, este quando aplicado internamente condiz com ações para atrair e reter talentos.

Para o proprietário de uma empresa focada em higienização automotiva, o marketing interno inclui não só a intenção de atrair e reter talentos, mas deve estar enraizada na cultura empresarial.

Isto é, ter uma cultura empresarial que por si só já valorize seus funcionários e que não tenha uma postura passiva em esperar tais talentos deixarem a empresa e depois fornecer uma série de benefícios como tentativa de prendê-los.

Ainda tendo como base casos empresariais, um fornecedor de serviços de desentupimento de esgotos foi reconhecido como exemplo na cultura de marketing interno por construir um relacionamento saudável com os colaboradores.

O relacionamento saudável deve abranger:

  • Respeito à saúde mental e vida pessoal;
  • Investimento na qualificação;
  • Reconhecimentos de bom desempenho;
  • Bonificações por mérito.

Embora sejam tidos como tópicos básicos para ter respeito profissional, essa não é a realidade de grande parte das empresas brasileiras, o que reflete certamente nas taxas de turnover, termo traduzido do inglês que expressa a rotatividade.

Logo, o endomarketing pode ser definido como o conjunto de ações a serem tomadas por empresas em prol de construir relacionamentos saudáveis com seus colaboradores, com o objetivo final de beneficiar ambos os lados com a retenção de talentos.

Respeitando a saúde mental e vida pessoal

Imagine que um profissional da área de serviços gerais esteja enfrentando urgências familiares e vê a necessidade de antecipar suas férias, indo de encontro com o cronograma proposto pelo departamento de recursos humanos.

Ao comunicar seus gestores e em seguida o RH, o colaborador recebeu o retorno por um e-mail mal redigido, desconsiderando as suas minuciosas declarações sobre a necessidade de estar de férias para focar em sua vida pessoal.

A partir desse momento o clima entre empresa e funcionário ficou tenso.

O mal-estar causado pela resposta direta e indiferença por parte da empresa expressou a verdadeira preocupação da corporação para valorizar seus funcionários.

Além disso, o profissional teve aumento de tarefas delegadas devido a falta de funcionários para obter uma boa distribuição de atividades.

Acontece que o serviço de limpeza profissional de vidros é uma demanda braçal que requer atenção na execução.

Em decorrência das pressões enfrentadas no cenário pessoal e a desconsideração de seu empregador sobre esse contexto, o funcionário optou em ir em busca de novos desafios no mercado de trabalho, para encontrar um ambiente que possa ser alinhado com sua vida.

Considerando todo esse cenário, temos um claro exemplo de como a empresa poderia ter dado ouvidos à realidade do funcionário e sido flexível em prol de construir um relacionamento saudável.

Porquanto a indiferença perante a essa realidade resultou na perda de um talento. Se o endomarketing fizesse parte de sua cultura, sem dúvidas, a sua postura seria diferente diante da situação.

Reestruturando a cultura empresarial

A cultura empresarial impacta diretamente na relação entre colaboradores e empresas, afinal é a cultura quem dá as diretrizes e respaldo das ações.

Não é possível apenas resumir a cultura empresarial como a comunicação interna, pois as ações devem ser inseridas nesse contexto.

Uma construtora notou a carência de conhecimento de seus funcionários em recursos tecnológicos, mas ao invés de demitir os colaboradores e desembolsar capital para contratar pessoas, decidiu investir em ações de qualificação.

Por meio de treinamentos em conjunto com especialistas da área de tecnologia, a construtora preparou um e-mail contando com a comunicação assertiva e transparência para que os colaboradores pudessem de fato reconhecer o intuito de tal ação.

A ação foi bem vista entre os colaboradores e no mercado, tornando as relações entre as partes mais humana.

Vale enfatizar que o treinamento contemplou as diversas áreas da empresa, desde os times comerciais até o operacional que realiza trabalhos específicos como a instalação de estrutura metálica para telhado.

Criando relações humanizadas

A importância em humanizar as relações é justamente pelo sentimento de pertencimento. Esse sentimento é o que possibilitará a fidelização de funcionários.

Tratando como o processo de fidelização de clientes, a fidelização de colaboradores deve considerar que esses se sintam acolhidos e ouvidos, a fim de gerar a identificação.

As relações humanas em geral se baseiam em pertencimento e identificação, que bem podem ser definidos como a troca de interesses. É importante que na implementação do endomarketing seja considerada essa troca de interesses.

Apesar das relações trabalhistas serem a expressão da troca de interesses, não necessariamente prevê que em meio a essa troca será possibilitada a fidelização.

Portanto, cabe ao endomarketing criar mecanismos para que essa fidelização aconteça.

Desenvolvendo o endomarketing

Assim como qualquer estruturação de processos, implementar o endomarketing em um ambiente corporativo irá exigir a constância por parte da empresa.

A dedicação do departamento de recursos humanos, gerência ou então uma consultoria especializada é primordial.

  1. Ouvir os funcionários

Apesar de soar clichê, esse ponto é esquecido diversas vezes no momento em que as empresas estruturam métodos.

Estar atento às questões trazidas pelos funcionários demonstra interesse por parte da empresa em mantê-lo próximo. Esse sentimento de valorização certamente virá a ser recíproco.

Pense que um departamento tem levantado por muitas vezes a mesma reclamação à diretoria sobre a necessidade de ter uma constância na limpeza de cadeiras estofadas tendo em vista que os equipamentos da empresa estão afetando a produtividade.

Apesar da troca de e-mails e avisos feitos nos corredores da empresa, a gerência não tornou o ponto como uma prioridade.

É compreensível que toda empresa possua suas prioridades, mas o bem-estar de seus funcionários deve ser incluído nisso.

Portanto, antes de tomar estratégias, é preciso ouvir as efetivas necessidades dos funcionários.

  1. Investir e qualificar

Com as constantes mudanças no mercado, não é possível que um só colaborador tenha todas as especificações em conformidade com as demandas externas. Isso é comum acontecer até mesmo com as empresas.

De tempos em tempos, são necessários estudos de mercado para se adequar à demanda.

Pense nisso como um forro de PVC decorado, a instalação pode ter sido feita com a melhor mão de obra, mas ainda assim serão necessárias manutenções.

Logo, investir e qualificar os colaboradores, nada mais é o ato de fazer a manutenção da mão de obra a fim de valorizá-la, e agregar valor para a própria empresa.

  1. Ter abertura para mudanças

Mudanças são inevitáveis, afinal o mundo dos negócios está em constante evolução. Se antes uma solução parecia ser extremamente inovadora, em um futuro próximo a mesma será considerada obsoleta.

Sendo assim, é necessário que não só os colaboradores estejam aptos para se adequar às mudanças, a empresa não seja resistente em compreender que suas soluções e estratégias devam ser renovadas.

Considerações finais

Portanto, analisando o conceito de endomarketing e como a fidelização de funcionários pode impactar os negócios, é possível concluir que o endomarketing se apresenta como o comportamento de uma empresa para o mercado de trabalho.

Sem dúvidas, o comportamento no mercado de trabalho irá afetar também como a empresa é vista por seus clientes.

Contudo, a implementação do endomarketing é indicada para aqueles que desejam ser referência em seu segmento tanto para clientes quanto para colaboradores.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes.Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona| Nossos Serviços | Análise gratuita |Fale Conosco |Anuncie Melhor |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários.Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: