O Que São Mock-ups de Projetos? 5 Ramos e Atividades Compatíveis

Mock-ups de Projetos

É extremamente comum nos depararmos com termos novos e desconhecidos pela maioria das pessoas quando entramos em uma nova área profissional, seja ela qual for. Hoje, entenderemos um pouco melhor o que são mock-ups e sua importância no mercado.

Os mock-ups nada mais são do que uma espécie de maquete, modelo ou representação, seja em escala ou em tamanho real, do projeto que está sendo realizado. 

Normalmente, é feito para mostrar o projeto em sua forma quase final, sendo muitíssimo bem elaborado.

O seu principal objetivo é oferecer uma visão geral ao cliente sobre como será o produto final que ele receberá, ou seja, caso o projeto seja a entrega de um quarto, uma espécie de representação do cômodo com cores, móveis e objetos serão apresentados.

No decorrer dos últimos anos, essa prática tem sido bastante utilizada com a finalidade do cliente poder, de fato, visualizar todos os detalhes e poder mudar ou aprovar antes da entrega do projeto, seja para mudar apenas o tapete ou a persiana varanda gourmet.

Os mock-ups podem ser aplicados em diversos ramos de trabalho. São bastante utilizados no meio artístico, considerando principalmente o ramo de design gráfico, mas possui muito valor no ramo de engenharia civil e arquitetura.

Para te ajudar a entender um pouco melhor sobre esse tipo de prática, abaixo segue uma lista de ramos e atividades onde o mock-up pode ser aplicado:

  • Cartões de visita;
  • Maquetes da Casa;
  • Bonés e camisetas;
  • Modelos de celulares;
  • Canecas e xícaras.

Lembrando que esses foram apenas alguns exemplos das diversas possibilidades de se aplicar os mock-ups

Portanto, seja no cabo flexível de 8mm ou na nova sala de reunião da empresa onde trabalha, vamos ver como ele é aplicado e feito.

Tão importante quanto entender o que são os mock-ups é saber a forma certa e quando utilizar dessa prática.

A verdade é que não tem uma muito bem definida, ficando mais pela sensibilidade do prestador de serviços e do seu cliente.

Vamos pensar que você está desenvolvendo uma ilustração para um cliente. Normalmente, o processo funciona da seguinte forma: o cliente informa o que quer, você faz o rascunho, realiza algumas mudanças para se adequar a vontade dele, depois pinta e entrega.

No entanto, nada é tão simples assim, sabemos que inúmeros imprevistos podem acontecer e atrapalhar o fluxo do processo, por exemplo, o cliente pedir outra cor e você começou, atrasos por compatibilidade de criatividade, entre outros.

Agora imaginemos um projeto onde você deve entregar ao seu cliente uma casa inteira, totalmente decorada e pintada, com diversos cômodos, móveis, um main power som profissional, e assim por diante.

Talvez depois de pronto, o cliente acabe não gostando muito, criando assim um possível conflito dele e com você. 

Portanto, para evitar isso criasse uma maquete com antecedência representando o produto final para que todos fiquem de acordo com o projeto.

Isso se torna ainda mais fácil quando o ramo de trabalho é puramente design gráfico, ou seja, o produto final é entregar, por exemplo, um cartão de visita ou um banner informativo ao cliente final.

Imprimir o produto é totalmente inviável, visto que o custo de todo o processo de impressão deve ser utilizado para o produto final, pois você não sabe quantas vezes que terá de revisar o projeto até o cliente ficar completamente satisfeito.

Nesses casos, o designer gráfico pode utilizar do Photoshop ou qualquer outro programa de edição de imagem e editar o projeto, alterando a imagem com distorções, iluminação dinâmica, perspectivas diferentes, a fim de mostrar como ele ficaria caso fosse impresso.

Ainda sim, tudo isso pode ser feito sem de fato alterar o projeto original, auxiliando o cliente a decidir se está tudo conforme o seu objetivo e, caso necessite de alguma alteração, não prejudica o editor, tornando assim os mock-ups extremamente versáteis.

Seja uma casa com um piso cimento queimado polido ou o design de um novo frasco para perfume, é comum muitos confundirem mock-ups com outros termos bastante parecidos, como wireframe e Protótipo.

Para que não existam mais dúvidas e você consiga distinguir cada um de forma individual, saiba agora a diferença de cada um. 

O mock-up acabamos de comentar sobre, então você já sabe o que é e como aplicá-lo, criando você mesmo o seu.

De forma resumida, primeiramente, o mock-up quando utilizado em seu formato físico, não se diferencia em nada da nossa já conhecida maquete. 

Dependendo do projeto, a sua maquete pode ser algo melhor elaborado ou apenas uma representação simples.

Por exemplo, quando se trata de projetos arquitetônicos ou que possuam alguma relação com construção de ambientes, a maquete deve ser muito bem elaborada, desde a escala em que está sendo utilizada até o troféu de acrílico para personalizar dentro dos quartos.

Como o foco desse tipo de projeto é ficar em exibição, peças especiais devem ser criadas ou encomendadas, precisando de mais tempo, planejamento e recursos para que fique pronta.

Escrever um anúncio de venda

Baixe o e-book gratuito Como escrever um anúncio de venda


Wireframe

O wireframe nada mais é do que o rascunho inicial do seu projeto ou como muitos do ramo de design conhecem, o esboço inicial. 

Independentemente da forma que prefira se referir, esse esboço é feito em alguma plataforma digital no melhor estilo de grades.

Isso significa que não existe nenhuma manipulação, fotos, imagens ou qualquer outra forma de auxiliar na visualização final do projeto. 

Normalmente, esse esboço é alterado com o decorrer do tempo, por esse motivo ele não é fidedigno ao design final.

Protótipo

Por fim, os protótipos são o que temos de mais próximo ao design final. Dependendo do ramo empresarial, importância e recursos utilizados para a construção do mesmo, ele pode possuir até pequenas funcionalidades testes.

Dificilmente serão criados protótipos de um flyer digital, por exemplo, pela simplicidade de seu objetivo final. 

No entanto, ramos como robótica e engenharia mecânica necessitam destes “mock-ups avançados” que são os protótipos para fazerem testes e análises.

Em poucas palavras, os protótipos são mock-ups de alta fidelidade que tem como principal objetivo a análise e teste do produto, para direcionar as suas funcionalidades para a necessidade do cliente final.

______

Está gostando do nosso site? Então cadastre seu e-mail abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Blog do Convidar para receber novos conteúdos.

Seu e-mail não será compartilhado

Somos contra o SPAM!

______

Assim como qualquer estratégia empresarial, só vale a pena investir no processo se este trouxer algum benefício a curto, médio ou longo prazo, sendo ele em formato de vendas, engajamento ou melhora de relacionamento com o cliente.

Seja o seu projeto uma tag personalizada para laços ou um mini torno mecânica para usinagem de madeira, a criação de um mock-up é necessária para se compreender o que pode ser feito para melhorar o projeto inteiro por si só.

Imagine como seria problemático criar o projeto do zero, ouvir o cliente opinando sobre diversas formas de melhorá-lo para satisfazê-lo, investir tempo e dinheiro para que, no fim, não fique bom como parecia enquanto estava em processo de fabricação.

Ter uma visão melhorada e mais “realista” de como ficará o projeto ajuda não só o cliente quanto também o fabricante, design ou o criador, a entender melhor as intenções e objetivos do primeiro, podendo realizar assim um trabalho focado no que é mais importante.

Não apenas isso, mas também, desenvolve um bom relacionamento com o cliente, pois mesmo que você esteja sendo pago para isso caso o seu lead perceba que o seu contratado está se esforçando para criar o melhor, será satisfatório para ele.

E acredite, a forma como você lida com o cliente é de extrema importância, pois qualquer um gosta de ser bem tratado e de ter um atendimento mais humano e personalizado, fugindo assim dos padrões que muitas vezes soam automáticos e robóticos.

Lembrando que um trabalho de qualidade é a sua maior forma de divulgação, pois além de utilizar de redes sociais e outras formas de publicidade, ainda contará com a divulgação por parte do cliente, que acabará fazendo-o mesmo sem perceber.

Além disso, os mock-ups impedem investimentos desnecessários, fazendo com que evite gastos em diversas impressões (no caso de banners e design gráfico em um contexto geral), além de outros custos que normalmente são tratados quando fechado o contrato.

Por fim, não se esqueça de sempre promover ações de divulgação de seu trabalho. 

Empresas saberem que você trabalha com mock-ups pode ser extremamente útil, aumentando o alcance e autoridade de sua marca.

Espero que essas dicas e orientações tenham te ajudado a entender o que são mock-ups de projetos e como criar o seu. 

Pense em como aplicá-los e adapte todas essas decisões a realidade de sua empresa, buscando sempre fazer um trabalho de alta qualidade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



GOSTOU DESTE ARTIGO?
FAÇA PARTE DO SELETO GRUPO DE LEITORES INTELIGENTES.

Seu e-mail não será compartilhado Somos contra o SPAM!


Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site? Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor anúncio de vendas… SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

 

Posts diversidades