Conheça a importância do Manual de Identidade Visual (MIV) – Conheça 4 pontos!

MIV

MIV é uma sigla para Manual de Identidade Visual, um documento que costuma ser desenvolvido depois que a marca é aprovada. Quer saber qual a real importância desse documento? Leia neste artigo!

No Manual de Identidade Visual, ou MIV, são descritas as recomendações básicas, especificações técnicas e normas que ajudam a manter o padrão nas peças gráficas e nas estratégias de divulgação da empresa.

Quando a companhia escolhe seu logotipo e seu nome, precisa de um guia para auxiliar a aplicação correta da marca.

Olha aí a primeira necessidade de um MIV.

Também é uma forma de padronizar as aplicações de várias maneiras, como em fachadas, lojas, materiais gráficos, entre outros.

O manual da identidade visual é feito de acordo com as necessidades da empresa ou do profissional, podendo ser mais complexo ou mais simples, considerando essas características.

Para saber o que a empresa precisa, é fundamental conhecer suas diretrizes e o que este guia pode fazer por ela. 

Dessa forma, fica mais fácil garantir o sucesso das campanhas e levar a marca ao conhecimento de mais pessoas, de maneira padronizada.

Vamos explicar o que é MIV, como desenvolver o documento e mostrar a sua importância.


Leia também:


Qual o conceito do MIV?

O manual de identidade visual também pode ser conhecido como manual de marca, um guia desenvolvido depois que o logotipo da empresa é criado e aprovado.

Ele é formado por recomendações técnicas, especificações e normas sobre o modo como o logotipo deve ser aplicado e utilizado nas estratégias do negócio.

Ao criar esse documento, uma confecção de uniformes sociais tem como objetivo preservar os padrões de identidade de sua marca, além de orientar como deve ser feita a propagação, divulgação e aplicação do logotipo.

Ele explica os conceitos por trás do logo e das cores usadas, determina as várias ações de sua aplicação, bem como dimensões mínimas permitidas e especifica o modo como cores principais e secundárias integram a identidade visual.

Ele também apresenta modelos de aplicações que não podem ser usados, mostra qual é o tom de voz ideal da marca e como sua identidade visual pode ser aplicada em vários pontos, como:

  • Peças gráficas;
  • Cartões;
  • Camisetas;
  • Veículos.

Mas, para aproveitar todos os benefícios do MIV, é fundamental que o negócio saiba criá-lo, incluindo todos os aspectos relevantes.

Vamos ver como funciona?

Como criar o manual de identidade visual (MIV)?

É muito importante criar o manual de identidade visual do jeito certo para facilitar o trabalho da equipe.

É necessário ter em mente que esse documento será consultado ao longo de toda a existência do negócio, por isso, é necessário respeitar os seguintes passos:

Fazer um briefing de ideias

O primeiro passo é fazer um briefing de ideias, de modo a reunir todas as sugestões que serão colocadas dentro do manual.

Nesse processo, uma empresa de tela de proteção para portão precisa encontrar respostas para o conceito da empresa e de que maneira ela será refletida.

Pense no modo como seus produtos e serviços podem ser descritos, de que modo a sua marca se diferencia entre os concorrentes, quem é a sua concorrência, como as pessoas devem ver a empresa e quem é o público-alvo.

Esses dados são importantes para construir o manual da identidade visual por completo, só que além dessas informações, é crucial inserir detalhes técnicos e o orçamento disponível.

 

Desenvolver a identidade da marca

Também é muito importante desenvolver a personalidade do negócio, considerando os seus objetivos, missão, visão, valores e as características do público.

A partir disso, procure determinar de que maneira esses detalhes serão transmitidos pelos aspectos visuais da marca, como o comportamento dela no mercado e seu tom de voz.

Algumas empresas são edificantes, outras são amigáveis, também existem as informativas, ambiciosas e por aí vai. 

Definir a personalidade do seu negócio é fundamental para escolher os elementos de design.

Fazer um brainstorming

Ao fazer um brainstorming, uma clínica especializada no tratamento de disfunções erétil consegue reunir todas as ideias ao mesmo tempo. De todas as propostas ouvidas, apenas algumas vão entrar no manual.

Mas, para aproveitar todo o potencial das boas ideias, é fundamental ouvir todas as sugestões da equipe.

Isso ajuda a criar um esboço da identidade visual e faz a criatividade fluir.

O brainstorming deve ser feito em um horário onde todos os membros da equipe estão mais dispostos, o gestor também deve ser claro quanto ao objetivo da reunião e considerar todas as ideias, mesmo aquelas que pareçam fora de contexto.

Pesquisar os concorrentes

Uma pesquisa de mercado ajuda a descobrir o que os seus concorrentes estão fazendo, inclusive, saber qual deles possui a melhor identidade de marca.

Ao fazer isso, uma empresa de assentamentos de paver deve anotar o que gosta ou não e usar esses modelos como inspiração para o seu manual.

A pesquisa ajuda a reunir boas ideias, mas também descarta tudo aquilo que não é compatível com a organização. 

O objetivo é destacar a marca, por isso, evite combinações estéticas que podem fazer com que ela seja confundida com outras.

Considerar as características da persona

É fundamental definir a persona do negócio e identificar seus gostos e necessidades, pois isso faz com que a marca seja facilmente reconhecida pelas pessoas certas.

Lembre-se de que o visual da sua empresa precisa se conectar com as características do cliente, pois não combina criar uma marca descontraída para um público extremamente sério.

Saber quem é a persona é uma forma de determinar melhor a personalidade do negócio, definir seu tom de voz e criar uma identidade visual em harmonia com as pessoas que vão se interessar pelos produtos e serviços.

Listar os elementos essenciais

Uma loja de móveis de aço para escritórios também deve criar uma lista de todos os elementos essenciais que compõem o manual de identidade visual.

Dentre os itens mais importantes temos a introdução, tipografia, paleta de cores, Modo de Uso de ícones, imagens e formas, layouts e tom de voz.

Definir estilo, fonte e cor

Depois de trabalhar adequadamente a parte teórica, chegou o momento de partir para a prática. 

Os dados e informações serão bem aproveitados pelo pessoal de design, que deve considerar aspectos como formas e cores usadas.

Essa parte precisa ser trabalhada por profissionais qualificados, uma vez que a imagem do negócio está em jogo.

De qualquer forma, alguns fatores não podem ficar de fora do manual, e um deles é a tipografia, que precisa ser legível para o público. 

O segundo é a paleta de cores, importante por envolver o design e o reconhecimento da empresa.

Importância do manual de identidade visual

Uma empresa de móveis industriais precisa de um bom manual de identidade visual por várias razões.

Como falamos, ele apresenta as diretrizes e os padrões que devem ser seguidos na utilização de uma marca, tendo como objetivo preservar suas propriedades visuais, além de facilitar na divulgação e outras tarefas pelos designers.

É assim que a imagem da empresa fica guardada na memória do cliente. Nesse sentido, o MIV é um documento técnico que deve ser criado por designers gráficos, de modo a especificar normas de uso da marca, sem comprometê-la.

O manual pode ser impresso ou digital, mas como vimos aqui, seu processo de criação deve ser cauteloso e muito bem trabalhado.

Assim como a empresa é cuidadosa em suas estratégias de marketing e publicidade, bem como com qualquer atividade que envolva seu nome, a criação do manual de identidade visual também deve ser pensada nos mínimos detalhes.

É assim que uma empresa de cortes a laser consegue se proteger e evitar situações negativas para o seu crescimento, como o desconforto de ver seu logotipo mal aplicado ou mal feito.

O documento especifica de maneira clara quais são os valores e a missão da companhia, e eles servem como pontos de partida para qualquer trabalho que envolva a imagem da corporação.

Essas informações são a base para a criação de um logotipo e a inserção de elementos que vão identificar a empresa perante seus concorrentes.

Para não errar nesse processo, o ideal é que a corporação, como uma empresa de kit para sacadas, conte com profissionais especialistas no assunto.

Considerações finais

A identidade visual do negócio é o modo como ele será reconhecido pelo público e a imagem que vai chegar ao conhecimento dos consumidores.

Depois que ela é criada, passa a ser parte de várias campanhas e estratégias da organização, mas o modo como é aplicada é guiado pelo manual de identidade visual, ou MIV.

Seguir as especificações do MIV é muito importante para manter o padrão da imagem do negócio, evitando-se situações que possam prejudicá-la e possibilitando seu fácil reconhecimento por parte das pessoas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

 

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

 
A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: