Entenda um Roteiro Técnico e seus 7 elementos estruturais

Entenda um Roteiro Técnico pequeno-roteirista-sentado-em-uma-maquina-de-escrever-retro-pensando-no-roteiro-enquanto-rascunhos-de-papel

Hoje em dia a internet pode trazer uma série de vantagens para qualquer tipo de negócio, já que as possibilidades ali são infinitas. Sendo assim, ela pode ser ainda melhor caso a marca saiba dominar um bom roteiro técnico, produzindo vídeos memoráveis.

De fato, esse tipo de roteiro nada mais é do que um documento dividido em etapas essenciais, responsável por organizar os quadros filmados.

Tudo isso facilita na edição e demais etapas de pós-produção dos projetos de vídeo.

Assim, um comercial de uma empresa de cenografia arquitetura pode se tornar muito mais atraente para o seu público, graças aos recursos que um planejamento de excelência pode dispor para quem está na gestão e liderança das campanhas.

Tudo isso vai ao encontro de uma série de tendências da atualidade.

Por exemplo, todo mundo já ouviu a frase de que uma imagem vale mais do que mil palavras, o que é verdade.

Mas, hoje podemos dizer que um vídeo é que vale mais do que mil imagens.

Se levarmos em conta que as novas gerações são ávidas por conteúdo e adoram consumir novidades que agreguem valor à sua rotina, além de buscarem isso em plataformas de multimídia que facilitem o consumo, então teremos uma fórmula perfeita.

Aí é que surge a importância da produção de conteúdos em audiovisual. Pois a marca que não for capaz de fazer isso vai acabar ficando para trás.

Tanto, que hoje muitos blogs conceituados em suas áreas oferecem recursos parecidos.

Por exemplo, a pessoa pode ouvir um artigo de uma loja de informatica notebook em vez de precisar lê-lo.

Assim, ela consegue consumir o material e tirar proveito enquanto faz outras coisas, como dirigir ou exercitar-se.

No caso do vídeo, várias vantagens podem ser somadas a isso, como recursos mais explicativos e imagens em alta qualidade, que têm um poder considerável de engajamento e até de viralização, pois quando a audiência gosta de algo ela compartilha.

Por isso, decidimos escrever este artigo, trazendo aqui os pontos essenciais sobre o assunto dos roteiros técnicos.

Isso, além de demonstrar por que eles são tão importantes, e por fim, como elaborar um documento de excelência.

O mais bacana é que hoje realmente qualquer marca pode produzir audiovisual e tirar proveito das vantagens deles.

Seja uma empresa que vende calçados ou uma marca que quer mostrar detalhes do seu processo de gravação a laser de caneta em metal.

Sendo assim, se você quer fazer parte do grupo seleto de negócios que dominam o universo audiovisual da internet e até fora dela, com isso mudando sua marca de patamar entre os concorrentes e a clientela, então basta seguir adiante na leitura.

Sempre que falamos sobre produção de audiovisual as pessoas imaginam os filmes de cinema ou mesmo os famosos clipes musicais. 

Por isso, o normal é pensarmos primeiro em estúdios, iluminação, câmeras e técnicas super avançadas.

Mas, como já vimos, o advento da internet democratizou e até popularizou o recurso de produzir vídeos.

Tendência que avançou ainda mais com a chegada dos smartphones, que hoje colocam excelentes câmeras ao alcance de qualquer um.

O que pouca gente sabe é que toda boa produção começa com um roteiro técnico, pois não basta ter uma noção vaga de começo, meio e fim (alguns, aliás, não têm nem sequer isso, mas simplesmente ligam a câmera ao vivo e ficam “procurando” assunto).

Agora, imagine uma empresa de locacao caminhao munck para montagem, que queira explorar o seu estacionamento para mostrar as máquinas que tem disponível.

Por certo, ela vai atrair muito mais clientes do que um mero anúncio com textos ou fotos, certamente.

Porém, sem planejamento e sem roteiro técnico, pode ser que o esforço acabe atingindo o seu oposto, que é o de espantar as pessoas. 

É que o internauta ou espectador tende a associar a capacidade e até a idoneidade da empresa à qualidade das imagens e da produção do vídeo.

Por isso, ao decidir fazê-lo é melhor optar por algo profissional.

Caso as tomadas e imagens sejam mais complicadas, como ao mostrar uma quantidade maior de produtos, o risco vai além de um resultado ruim: sem o roteiro, a produção poderia  fracassar ainda durante as filmagens.

Tudo no mundo corporativo começa com um bom planejamento.

Aliás, a própria empresa antes de ser aberta precisa de um Business Plan, que nada mais é do que um Plano de Negócios.

O planejamento antecede o roteiro no sentido de que é ele quem define quais campanhas e ações publicitárias deverão migrar para uma boa produção de vídeo.

Uma empresa de construcao de telhado de aluminiocidade pode decidir tatear o mercado de blogs e posts nas redes sociais apenas com textos, antes de decidir recorrer ao audiovisual.

Depois de muitas reuniões e testes, pode chegar o momento de produzir vídeos, que geralmente se dá como um amadurecimento da marca no sentido de um upgrade na comunicação com o seu próprio público.

Com isso os planejamentos também evoluem, e começam a apontar para os assuntos e temas principais que merecem um roteiro.

Às vezes surge a ideia de um comercial no antigo formato de televisão.

Em outros casos pode ser apenas o início de campanhas de vídeos informativos, trazendo conteúdos sobre a solução, o dia a dia da empresa e daí em diante.

Enfim, é a hora de falar dos elementos presentes em um roteiro técnico, embora ainda não se trate da criação passo a passo do documento, a qual veremos abaixo.

Na prática, ele precisa dar um panorama geral sobre cada movimento que será feito na captação de vídeos e áudios, tudo isso antes de sequer iniciar as gravações propriamente ditas.

Uma fábrica que vende iluminacao a LED industrial pode decidir pela produção audiovisual muito antes de ter os equipamentos ou antes de contratar uma empresa que faz a parte de gravações, edições e afins.

Neste sentido, os elementos estruturais envolvidos são:

  • Estúdio ou ambientação;
  • Esquematização de cenas;
  • A iluminação do espaço;
  • Definição de ordem das falas;
  • A movimentação da câmera;
  • Legendas e letterings em geral;
  • Vinhetas, animações e flashes.

Com isso já é possível identificar um ponto fundamental da criação do roteiro, que é o fato de que ela demonstra de modo claro todo o trabalho que será empregado.

Sendo assim, com ele a ideia já começa a ganhar corpo e você já pode imaginar como vai ser ver aquela produção audiovisual, que nasceu em sua cabeça, ganhando forma real.

A grande regra de um bom roteiro técnico é a adaptação, ou seja, em vez de ficar preso a modelos engessados, é perfeitamente possível usar apenas o que faz sentido.

Mas, para isso é preciso conhecer primeiro a essência de um roteiro tradicional, para que em cima disso você possa se adaptar para sua situação, sem perder nada valioso.

O primeiro passo depois de absorver todos os conceitos que trouxe é definir o tipo de roteiro, que pode ser de uma coluna (texto direto), de duas colunas (o mais utilizado), ou então de mais colunas.

No primeiro caso, alguém como uma empresa de digitalizacao 3D deve criar um script que será transmitido para o público.

Geralmente, não faz diferença se ele será narrado com a imagem da pessoa ou com imagens sobrepostas.

É no roteiro de duas colunas que o desafio começa, pois ele lida com o texto direto e também com os aspectos audiovisuais em seu sentido mais amplo.

Para criá-lo, faça uma coluna com o conteúdo e outra com a forma.

Basicamente, a divisão se dará entre áudio (texto direto) e vídeo (movimentos, zoom, enfoques e daí em diante).

O roteiro de mais colunas é para propostas mais complexas.

Ao criá-lo, você fará uma coluna para cenas, outra para textos falados, outra para voz narrativa de fundo, além de indicação de fala, letterings, animações e tudo o mais.

______

Está gostando do nosso site? Então cadastre seu e-mail abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Blog do Convidar para receber novos conteúdos.

Seu e-mail não será compartilhado

Somos contra o SPAM!

______

Ao dominar a noção das colunas em que seu roteiro técnico será criado você já está habilitado para dar o passo principal em sua produção audiovisual.

Os diferenciais podem começar quando você entende melhor como criar um conteúdo que engaja, o que já vai para além da produção em si mesma.

Ademais, um blogueiro que queira fazer um review de um caderno de anotacoes personalizado precisa saber que uma vinheta pode reforçar e muito a marca.

Por fim, criar um clipe com a melhor cena do vídeo e inseri-la logo no começo (como se fosse um teaser), também pode ajudar e muito a reter a audiência.

O que dissemos acima deixou claro do que se trata um roteiro técnico, tanto no seu sentido mais amplo de produção audiovisual quanto na parte técnica, que consiste em dominar as colunas que vão compor o documento.

Além disso, vimos que dicas como usar vinheta e teaser podem ajudar.

De fato, entender melhor a persona do seu público, adequar a linguagem a esse tom e fazer muitos testes antes também são coisas que auxiliam.

Com isso chegamos ao fim, deixando um mapa infalível de como a produção de roteiros técnicos pode ajudar você a dar um salto de qualidade na comunicação da sua marca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



GOSTOU DESTE ARTIGO?
FAÇA PARTE DO SELETO GRUPO DE LEITORES INTELIGENTES.

Seu e-mail não será compartilhado Somos contra o SPAM!


Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site? Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor anúncio de vendas… SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!