Como Desenvolver um Mapa de Site – 1 Sitemap Eficiente

Como desenvolver um mapa de site - Blog do Convidar

Quando se trata de melhorar o desempenho da sua página na web, é possível aplicar uma série de estratégias de otimização, como técnicas de SEO (Search Engine Optimization). Porém, o primeiro passo é elaborar um mapa do site.

Por meio desse planejamento, é possível identificar exatamente quais alterações precisam ser feitas na sua página e, desse modo, direcionar os esforços para ter um site otimizado, completo e de sucesso.

O artigo de hoje irá mostrar como desenvolver um mapa de site, a importância dessa técnica e dar dicas para um mapeamento estratégico.

Lembre-se, o mapa do seu site é uma das ferramentas de marketing mais importantes para ajudar a aumentar o tráfego e facilitar a visitação do seu conteúdo.

Acompanhe a leitura!

O mapa de site, ou sitemap (em inglês), consiste em um arquivo no formato XML ou HTML que mostra os melhores caminhos para o seu endereço web, incluindo as categorias de imagens, vídeos, conteúdos publicados, texto, entre outros.

Ou seja, ele lista todas as URLs, servindo como uma espécie de guia para os robôs das ferramentas de busca encontrarem mais facilmente as pesquisas dos usuários.

Dessa maneira, quando alguém pesquisar por “moto guincho”, por exemplo, o mapa de site orienta de modo muito mais simples e prático quais são os conteúdos relacionados com a busca, facilitando a indexação.

A organização do mapa de site é realizada de modo hierárquico. Assim, o visitante não precisa entrar em cada uma das páginas até chegar no conteúdo desejado. Isso pode ser feito diretamente pelas subcategorias.

Para entender melhor esse conceito, vamos imaginar a seguinte situação: a página inicial do seu site é como a entrada de um complexo de lojas. Muitas vezes, as pessoas buscam por uma loja específica (aqui no caso, uma página do site).

Desse modo, com o mapa de site, é possível ter uma organização melhor de cada uma das páginas, sem que o usuário precise navegar por todo o conteúdo.

Pegando do nosso exemplo, dá para encontrar a loja, sem precisar andar por todo o complexo, algo que demandaria muito tempo.

O mapa de site é um arquivo em XML ou HTML, como mostramos anteriormente. Mas, o que isso quer dizer?

Pois bem, significa que para além da criação do documento, é preciso entender esses formatos. Caso contrário, o sitemap não terá o desempenho pretendido.

Isso vale para qualquer tipo de página, até mesmo as que veiculam um banner informativo na internet, por exemplo.

A seguir, conheça cada um dos formatos e suas principais especificações.

Escrever um anúncio de venda

Baixe o e-book gratuito Como escrever um anúncio de venda


XML

O XML (Extensible Markup Language) é uma das linguagens de programação mais famosas, pois é usada para criar marcações especiais nos sites.

Para a elaboração do mapa, o XML ajuda na indexação da página, permitindo que os buscadores identifiquem a hierarquia das páginas e repassem a informação aos usuários que estão realizando a pesquisa.

Dessa forma, quando alguém buscar por “envelope personalizado para imprimir”, por exemplo, será possível encontrar facilmente o conteúdo pesquisado.

HTML

Por outro lado, o HTML (Hypertext Markup Language) é uma linguagem de marcação para hipertextos e para a programação do site.

Aqui, a intenção é facilitar a navegação dos visitantes dentro da sua página. Por esse motivo, o HTML permite a criação de categorias e subcategorias, para que o usuário escolha em quais seções deseja clicar.

______

Está gostando desse artigo? Então cadastre seu e-mail abaixo para se juntar a vários leitores inteligentes do Blog do Convidar para receber novos conteúdos.

Seu e-mail não será compartilhado

Somos contra o SPAM!

______

Se você ainda não está convencido(a) da importância de ter um mapa de site, separamos algumas das principais vantagens do recurso e como ele pode ajudar a expandir a sua página para um número maior de usuários. Confira!

Melhora o rankeamento no Google

Não é segredo para ninguém que o Google é um dos principais buscadores da atualidade. Basta pesquisar sobre qualquer assunto, como “pasta personalizada com orelha”, para encontrarmos inúmeros resultados, incluindo produtos, imagens, vídeos e artigos.

De modo semelhante, ao pesquisar por coberturas para festas, uma infinidade de empresas que trabalham com coberturas para eventos e festas

Por esse motivo, aparecer entre os primeiros colocados nos resultados de pesquisa é a garantia de maior tráfego orgânico, já que os usuários confiam na classificação do Google. Assim, eles veem as páginas com melhor classificação como mais confiáveis.

As vantagens de aparecer entre os primeiros colocados são inúmeras, incluindo:

  • Maiores chances de conversão dos leads (potenciais clientes);
  • Maiores chances de compra de produtos ou serviços;
  • Expansão e reconhecimento da sua marca;
  • Capacidade de fidelização do público.

O mapa de site atua como um facilitador do rankeamento do Google, já que ele torna a pesquisa por URLs muito mais simples e rápida. Dessa forma, você tem mais chances de aparecer com uma boa classificação.

Melhora a experiência do usuário

Além de melhorar a classificação nos buscadores, em especial no Google, o mapa de site também é importante para a fidelização do cliente, pois ele ajuda na melhor experiência do usuário durante a navegação.

Afinal de contas, quando alguém faz uma busca por “sistemas de automação residencial” e se depara com um site fácil de navegar, com carregamento rápido e intuitivo, o usuário passa a ter uma percepção melhor sobre a marca.

Já que o mapa de site permite a criação de páginas categorizadas hierarquicamente, é possível navegar de modo simples, encontrando rapidamente aquilo que buscamos, sem a necessidade de olhar em todo o site da empresa.

É como se você colocasse uma tag personalizada para laços que identifica rapidamente o produto. Mas, no caso, estamos falando de páginas web.

Diante de todas as vantagens apresentadas, dá para entender o porquê muitas empresas buscam aplicar o mapa de site em suas páginas. Afinal, é a chance de se destacar perante a concorrência e obter uma boa classificação no Google.

Por esse motivo, se esse é o seu caso e você quer aplicar o sitemap no seu e-commerce de concreto bombeado, por exemplo, acompanhe o passo a passo a seguir.

1 – Use ferramentas avançadas de criação

O primeiro passo para a criação do seu mapa de site é encontrar uma ferramenta adequada para aplicação da estratégia. Hoje em dia, há diversos sistemas e aplicativos disponíveis, basta encontrar o que oferece o melhor custo-benefício.

A dica é encontrar uma ferramenta que permita a criação de gráficos que simulam o mapa do site, através da inserção de figuras, em diagramas hierarquizados.

Inclusive, quem trabalha com a programação de sites costuma utilizar essa técnica para a apresentação da página ao cliente. Assim, é possível ter uma visão mais clara de como será a organização do site.

Depois, recomendamos que você salve esse diagrama na nuvem. Desse modo, é possível evitar perdas. 

Mesmo se for necessário alterar, como substituir uma seção que aparece o conteúdo de uma lâmpada de led para gesso, é muito mais fácil manter o arquivo seguro na nuvem.

Exemplos de ferramentas de criação do mapa de site ou sitemap.

  • Google XML Sitemaps: um plugin gratuito para WordPress que gera o sitemap facilmente para você.
  • XML-Sitemaps: ferramenta online que gera o seu sitemap em texto, html ou xml de forma simples e rápida. Basta apenas você colar o link do seu site e apertar start.
  • Yoast SEO: plugin para WordPress voltado principalmente para otimizações de SEO, entretanto, ele tem também a opção de gerar sitemaps.
  •  GSiteCrawler: é um simulador de rastreador que analisa o seu site e com base nisso cria o sitemap.

2 – Ajuste o layout conforme necessário

O mapa de site não precisa ser algo pronto e acabado, sem possibilidade de alteração. Ao contrário, é possível ajustar o layout das páginas e categorias conforme as necessidades.

Uma dica é especificar páginas futuras e agrupá-las por cores diferentes. Dessa forma, quando for preciso adicionar mais uma categoria, o programador tem uma ideia de onde realizar a inserção pelo mapa de site.

3 – Colabore com a criação e faça revisões

Gere alguns links de compartilhamento do mapa do seu site para os colaboradores. Com isso, eles poderão verificar a estrutura da sua página, além de deixar comentários e sugestões válidos aos programadores.

Essa revisão conjunta é extremamente importante, uma vez que vários detalhes podem passar despercebidos.

4 – Insira os fluxos dos usuários no mapa

O mapa de site também deve contar com os fluxos dos usuários. Isso ajuda a visualizar melhor como será a navegação pretendida, sendo uma forma de melhorar a experiência do usuário no consumo do conteúdo.

Nas principais ferramentas de criação de sitemaps, é possível encontrar modelos prontos que ajudam a ter uma noção das organizações de maior sucesso na internet.

O mapa de site tornou-se indispensável para as páginas que desejam otimizar a sua navegação e obter reconhecimento no Google.

Afinal de contas, a grande vantagem dessa estratégia está justamente em proporcionar uma boa experiência ao usuário, algo que conta muito na classificação pelos mecanismos de busca.

Embora o mapa de site esteja frequentemente associado com os trabalhos de programação, é possível criá-lo com o auxílio de várias ferramentas digitais, alternando a ordem das categorias, conforme os seus interesses (ou dos seus clientes).

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como desenvolver um mapa de site e compartilhá-lo com os demais colaboradores. Dessa forma, é possível verificar se todos estão de acordo com a estruturação.

Com certeza, a sua página só tem a ganhar com o sitemap, uma vez que ela será muito mais organizada e simples de navegar.

Gostou desse conteúdo sobre a criação do mapa de site?

Então comente, depois compartilhe nas suas redes sociais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


GOSTOU DESSE POST?
FAÇA PARTE DO SELETO GRUPO DE LEITORES INTELIGENTES.

Seu e-mail não será compartilhado Somos contra o SPAM!


No Blog do Convidar publicamos dicas e tutoriais de como anunciar mais e melhor, seja uma marca, um produto, serviço ou oportunidade. Da mesma forma, também damos dicas de como fazer propaganda grátis na internet com o uso de serviços gratuitos.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita de site  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários.

Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.