Saiba como a psicologia pode ser usada no marketing

psicologia

O marketing vai muito além de uma área profissional de atuação com o foco no aumento das vendas de uma empresa, quem estuda um pouco essa matéria entende que a chave da eficiência está na capacidade de agregar para uma empresa conceitos de psicologia.

O entendimento em relação ao funcionamento da mente humana não é o único fator relacionado ao marketing que gera resultados, o sucesso do marketing se dá por ele ser uma combinação de interdisciplinaridade que reúnem uma série de conhecimentos.

Vender é uma derivação natural da comunicação humana e as trocas entre seres acompanham a espécie desde as cavernas, com o tempo a sociedade se desenvolveu e junto com ele esses processos passaram a evoluir até chegar no digital.

Quem conhece um bom vendedor sabe como é difícil resistir a sensação de que a escolha por aquele produto ou serviço poderia resolver uma grande quantidade de problemas da sua vida, esse é o poder da persuasão que um discurso de vendas deve propor.

Por mais que há um tempo as empresas de rack aberto de parede pudessem apenas destacar as vantagens do seu conteúdo para vender, nos dias de hoje os melhores processos de marketing dependem de um reconhecimento melhor do seu público.

Esse reconhecimento de público chega em um âmbito tão profundo para gerar resultados que os maiores centros de marketing contam com análises psicológicas de alguns consumidores para basear as decisões da sua campanha.

Quando a empresa conhece o consumidor com tamanha profundidade ela pode propor uma comunicação muito mais direta atendendo de forma mais personalizada e assertiva as suas demandas, também pode tornar o ambiente e a sua mensagem mais atrativa e convidativa.

Por mais que a transação seja feita entre uma pessoa física e outra jurídica, ou seja, uma pessoa e uma empresa, qualquer venda, seja ela direta ou indireta, está dentro do escopo da interação humana pessoal, junto com suas implicações.

O que é a psicologia do marketing?

Saiba como a psicologia pode ser usada no marketing 1

A combinação entre psicologia e marketing, com o tempo passou a gerar resultados para ambas as frentes.

Enquanto o marketing conseguiu vender mais a partir de uma maior compreensão da mente humana, a psicologia teve acesso a uma base de estudo gigantesca.

Para compreender isso é só pensar no contexto das redes sociais, na mão de um profissional de psicologia voltado para o comportamento do consumidor um perfil de uma empresa pode ser um laboratório muito rico de informações e dados relevantes.

Em linhas gerais os estudos acadêmicos e pesquisas científicas apresentam um determinado padrão de consumo, esse padrão tende a se repetir entre uma empresa de maquina de estampar copos e outra de qualquer outro segmento.

Um desses padrões mais evidentes é que as compras, assim como a maior parte das decisões que são tomadas no dia a dia partem de um impulso, mesmo as compras que realmente tem alguma necessidade, a escolha por marca ou tipo de produto é assim.

Isso significa dizer que um produto muito vendável é aquele que, de diferentes formas, chama a atenção do consumidor e cria esse senso de urgência, por isso cores chamativas, mensagens chamativas e outras características são comuns em alguns serviços.

Esse é um exemplo de como, a partir do estudo do comportamento do consumidor, as empresas conseguem multiplicar os seus resultados a partir desses gatilhos mentais que ativam ações de compra ou de interação com uma determinada marca.

É claro que cada ser humano é único e tem a sua compreensão psicológica, mas ao trabalhar o marketing junto com a psicologia é possível analisar as tendências que o consumidor geral de uma empresa de papel de parede adulto tem em seu consumo.

Como a psicologia afeta o marketing

As empresas usam estratégias de marketing bastante variadas para, a partir de efeitos psicológicos, facilitar a decisão positiva do consumidor para uma compra.

O uso de elemento visual, precificação e discurso de vendas são algumas das ferramentas utilizadas para essa finalidade.

Uma empresa que quer vender sua linha de sofá retrátil e reclinável sob medida não só pode como deve conhecer e explorar esses recursos por que o mercado anda cada vez mais disputado e atuar com a psicologia no marketing pode ser um diferencial vantajoso.

Para entender isso é possível separar cinco elementos de um produto ou serviço que podem utilizar conceitos de psicologia para interferir de forma positiva. Esses elementos devem ser trabalhados de forma estratégica e podem ser divididos em:

  • Apelo visual em embalagens ou ambientes;
  • Uso estratégico de cores a partir do seu significado;
  • Gatilhos de ação e de persuasão inseridos na comunicação;
  • Estratégias de precificação voltadas para a sensação de vantagem;
  • Divulgação da marca e presença no cotidiano dos consumidores.

Todos esses elementos podem ser aplicados em diferentes modelos de estratégias de marketing sendo de uma empresa para construção de casas ou de cosméticos, sua efetividade vai depender do nível de entendimento de quem é o público-alvo do negócio.

Chamar a atenção, demonstrar qualidade, refino ou praticidade são algumas das funções de embalagens, além do simples armazenamento de produtos. Conseguir desenvolver um produto capaz de ser identificado e notado antes da concorrência na prateleira é essencial.

O apelo visual também está diretamente relacionado ao uso das cores, ao construir uma marca é importante pensar em quais sensações as cores passam para o público e como esse recurso pode ser utilizado para comunicar de forma mais rápida com o consumidor.

Também é possível inspirar emoções a partir das cores, tonalidades mais suaves e cores como azul, verde e rosa tendem a passar a sensação de tranquilidade e conforto enquanto tons mais agressivos e vivos passam a sensação de urgência como o vermelho e o amarelo.

O elemento a seguir muitas vezes é negligenciado, por isso empresas de monitoramento veicular em tempo real e de outros setores que estão investindo em marketing digital, usam a comunicação como um dos fatores para influenciar a decisão de compra.

Muitas vezes os empreendimentos têm e oferecem o melhor produto ou serviço do mercado, mas perdem vendas por falta de comunicação com os seus clientes e não tem eficiência em conectar seus diferenciais ao seu contato com os seus consumidores.

Não é nenhuma novidade no mercado que os preços podem atuar como ferramentas importantes para, a partir de gatilhos mentais, gerar um aumento das vendas. Pacotes de produtos com valor promocional, descontos e embalagens especiais são exemplos.

Conceitos relevantes entre marketing e psicologia

A conexão entre os conceitos de marketing e a psicologia são os responsáveis, e muitas vezes os mais eficientes, em aumentar as vendas de uma empresa especializada em perícia trabalhista, por exemplo.

É por meio de conceitos relacionados com o funcionamento do cérebro humano que os negócios conseguem propor estímulos de compra e de tomada de decisão rápida, sem dar brecha para o surgimento de objeções e interrompendo a continuidade de pesquisas.

Um dos conceitos é a preparação, essa ideia é a de provocar o consumidor a completar pensamentos e gravar informações que parecem desconexas, mas que criam uma memória do consumidor em relação aos seus produtos e serviços.

Estado de escassez, reciprocidade, prova social e precificação inteligente são outros recursos que podem, a partir do próprio mecanismo da mente, facilitar decisões de compra no dia a dia e até aumentar o ticket médio de cada venda.

Considerações finais

O marketing é muitas vezes tratado apenas como uma ferramenta utilizada por empresas de sonda nasogástrica alimentação para aumentar suas vendas e sua presença no mercado, mas antes de tudo o marketing é uma área de conhecimento e de estudo humano.

Entender o que uma empresa faz para atrair mais atenção e criar conexão com uma base consumidora depende de um entendimento muito maior e interdisciplinar onde o marketing entra junto com uma grande gama de conhecimentos como a psicologia.

Por se tratar sempre de um processo de convencimento, de comunicação e de persuasão, fatores psicológicos estão bastante presentes, isso significa que ao planejar ações de marketing, pode ser positivo pensar nessa combinação de conhecimentos.

A psicologia aplicada ao marketing pode ser usada em diversos setores dessa área, no marketing digital por exemplo, desde a escolha das cores até a redação das mensagens podem ser impactadas por conceitos da psicologia e a comunicação como um todo.

Por fim, mesmo que com motivações diferentes, tanto o marketing quanto a psicologia tem um objetivo definido em compreender pensamentos e desejos humanos, assim como definir perfis de personalidade e como é possível no dia a dia gerar valor a partir desses dados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes.Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona| Nossos Serviços | Análise gratuita |Fale Conosco |Anuncie Melhor |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários.Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: