Por que investir em um playbook? Confira 6 passos para elaborar um!

playbook

É fundamental para o correto funcionamento de uma empresa que todas as suas partes estejam alinhadas, guiadas e trabalhando em conjunto. Nesse contexto, o playbook é capaz de garantir que esse processo ocorra da maneira mais correta possível. 

De maneira geral, o playbook serve como um guia para todas as ações a serem implementadas em um negócio, funcionando de modo a direcionar os trabalhos e investimentos. 

Ainda nesse artigo, você vai conferir os 5 passos de criação, e pelo menos, 6 vantagens de usar o Playbook na sua estratégia.

Confira!


Leia também:


Playbook: entenda seu conceito

O playbook é um documento que descreve as tarefas e estratégias de uma companhia, que separa as etapas e facilita o caminho até o alcance de objetivos, devendo ser construído de forma contínua e de acordo com a realidade do negócio. 

O tipo dele mais conhecido é o de vendas (sales playbook), em que o guia está relacionado diretamente com a equipe de vendas.

Nesse contexto, o playbook fornece ao time orientação e informações para as ações necessárias para a realização correta do processo de vendas. 

Ele é essencial porque, conforme uma empresa e sua equipe vão crescendo, o número de colaboradores aumenta, o que acaba exigindo da organização uma padronização das ações para que ela não se perca no atendimento ou investimentos. 

O playbook conseguirá dar um direcionamento para ambos, diminuindo grande parte de seus gastos e permitindo que todos eles realizem o seu processo de vendas de forma equivalente. 

Logo, se um cliente deseja comprar uma bateria heliar 60a, ao ligar para a empresa, ele passará por algumas orientações diretas.

Ao ligar novamente depois de um tempo, contatando outro funcionário, ele passará pelo mesmo processo. 

As informações mais importantes e que precisam estar contidas em um playbook são:

  • A jornada de compra;
  • O perfil da persona;
  • A rotina e o trabalho demandado para a equipe;
  • Indicadores e objetivos;
  • Dados considerados auxiliares. 

É essencial que esse documento passe por atualizações, afinal, o mercado está em constante mudança, além de ser o mais completo possível, visando deixar o trabalho o mais simples e específico possível, devendo ser o acúmulo do conhecimento do negócio. 

Passo a passo para criar um playbook

Nesse cenário, é imprescindível compreender as etapas de criação de um playbook e como realizá-las corretamente.

Afinal, é nesse momento de planejamento que conseguirá garantir bons resultados.

Algumas instruções de como desenvolver um playbook ideal:

1 – Escolha a forma de criação

A primeira coisa a ser feita deve ser a definição da sua apresentação, ou seja, como os conhecimentos serão absorvidos pelos colaboradores de um jeito fácil e rápido.

Logo, priorize o uso de imagens, infográficos e textos curtos. 

Assim, os funcionários conseguirão entender as informações sem terem de pensar muito, deixando o processo mais leve e garantindo o seu interesse pelo conteúdo. 

É possível utilizar diversos meios atualmente, como apresentações em PowerPoint, PDF, um folheto ou qualquer outro material que assegure a empresa do seu aprendizado e facilite o processo de entendimento. 

Por exemplo, uma Empresa de Entrega de Medicamentos pode fazer um vídeo mostrando como realizar o processo de vendas, algo mais prático, e depois adicionar, em tópicos, pontos-chave do processo. 

Essa combinação faz com que os colaboradores compreendam no momento da ação em si o que deve ser feito e se lembrem do que é preciso fazer no futuro de forma simplificada, apenas ao relembrar pequenos pontos da apresentação. 

 

2 – Assegure-se que eles conheçam a marca

Para introduzir as ações e informações do playbook, é fundamental apresentar a companhia e se certificar de que todos a conhecem e sabem sobre sua história. 

Isso é vital, pois permitirá aos vendedores a implementação de informações nos seus discursos, fazendo com que ele se torne mais rico, o que melhora de forma significativa o processo de vendas. 

Isto é, se um colaborador de uma marca de aluguel de impressora está conversando com um cliente em potencial e conhece a missão e valores de sua provedora, ele é capaz de fazê-lo se sentir mais próximo dela. 

Deve-se destacar quando ela foi criada, uma breve história sobre seu desenvolvimento, sua missão e valores, sua cultura como empresa, seus desafios passados e presentes, o motivo de seu nome e logo, planos futuros e posicionamento, mas faça de forma resumida. 

Todas essas informações serão capazes de criar um repertório para o vendedor, garantindo uma venda de maior qualidade e mais fácil de ser realizada, uma vez que ele conhece genuinamente o seu ambiente de trabalho. 

Além disso, a transmissão dessa história garantirá um maior engajamento por parte dos funcionários, afinal, eles mesmos precisam se identificar com a marca e apoiar suas ações. 

3 – Apresente a empresa de forma geral

Este é o momento de fazer com que o vendedor entenda onde se localiza na empresa, como a ajuda e qual sua função no plano geral, possibilitando o conhecimento de seu setor e a quais profissionais recorrer, se necessário. 

É possível realizar esse processo a partir da criação de um organograma, uso de infográficos, fluxogramas e outros recursos que permitam uma compreensão mais visual e simples do negócio.

Por exemplo, em uma loja de materiais de construção deve-se separar quem é o responsável por se comunicar com os clientes nas redes sociais, quem deve enviar os e-mails com as promoções dos produtos e as outras funções. 

Logo, fica mais fácil para os trabalhadores compreenderem suas funções e, especificamente, saberem o que precisam fazer, assim como o seu grupo de trabalho e seus responsáveis, deixando o trabalho mais padronizado. 

4 – Estabeleça os objetivos

É importante que a empresa defina os seus objetivos e foco de vendas e demonstre-os para seus colaboradores.

É o momento que possibilitará a consulta por parte de seus responsáveis, para servir de base para outras ações.

Isso possibilita a criação da persona, que refere-se ao cliente ideal da empresa, ou seja, ao conjunto de informações comuns aos seus compradores, como características pessoais, hábitos de consumo, interesses, problemas e necessidades. 

Esse é um ponto essencial para uma escola de aula de dança do ventre, pois garante que todas as estratégias sejam criadas de acordo com esses dados, gerando um maior direcionamento e permitindo que as estratégias desencadeiem resultados mais eficientes. 

A partir da definição desses pontos, os vendedores conseguem entender genuinamente quais consumidores devem receber maior atenção, diminuindo as dúvidas e os problemas decorrentes disso.

Para isso, é essencial detalhar todas as ações e suas características, assim como os responsáveis por cada uma das etapas do processo, demonstrando canais de captação, formas de abordagem e acompanhamento deles. 

5 – Não esqueça da união com o marketing

Os setores de marketing e de vendas estão muito relacionados, e precisam estar em harmonia e comunicação frequente, para que o foco em atrair mais consumidores seja alcançado e gaste menos recursos.

As vendas serão decorrentes da produção de conteúdo a partir da demanda pedida para o marketing, por e-books, textos para blog, folders, e-mail marketing ou qualquer outra ação que for melhor para cada setor.

Tudo deve ser adicionado de forma bem detalhada.  

Sendo assim, o playbook deve conter essas ações em conjunto, como no de uma empresa de automóveis, é importante especificar a produção de um texto para blog sobre a necessidade de um laudo veicular ecv, de acordo com o público e atração dele. 

As reuniões frequentes ainda são muito benéficas para a compreensão geral e alinhamento das expectativas, assim como a análise dos resultados anteriores. 

Leia também: Como Otimizar os Resultados de Marketing e Vendas

6 – Defina as expectativas

Por fim, é imprescindível definir as expectativas, permitindo aos colaboradores compreenderem onde se deseja chegar e aonde já chegaram, garantindo uma monitorização completa de todo o processo e sua evolução. 

Assim, uma equipe de um negócio fabricante de resina poliuretano consegue entender em que estágios os seus potenciais se encontram, assim como se a estratégia de postagem em blog foi eficiente, a partir de um cálculo detalhado no playbook.

Quais as vantagens de usar o playbook?

O processo de criação de um playbook pode parecer algo um pouco complicado, mas quando realizado de forma estratégica e eficiente, ele é capaz de gerar diversos benefícios, a começar pela maior qualificação e produtividade da equipe de vendas.

Como consequência, isso aumenta o desempenho dos colaboradores, o que contribui para uma série de vantagens, como:

  • Melhor aprendizado dos novos colaboradores;
  • Definição de regras e rotinas claras;
  • Padroniza as técnicas de vendas;
  • Facilita a identificação e resolução de problemas;
  • Diminui a taxa de erros;
  • Crescimento das taxas de conversão.

Sendo assim, a implementação de um playbook pode facilitar o desenvolvimento de uma empresa em geral, diminuindo os gastos e deixando o processo mais simples e bem definido.

Considerações finais

O playbook trata-se de um documento para direcionar as etapas e estratégias de uma empresa.

Seja ela uma vendedora de roupas ou responsável pela fabricação de portões, facilitando todo o processo e garantindo benefícios significativos. 

Dessa forma, torna-se necessário compreender as etapas de sua criação, como as que foram analisadas ao longo deste artigo.

Agora, basta começar a colocar em prática os conselhos e dicas apresentados para obter o sucesso desejado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

E por falar em prática, como está sua estratégia de propaganda na internet?




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

 

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

 
A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: