Conheça 6 passos implantar o marketing de guerrilha

marketing de guerrilha

O foco do marketing de guerrilha é a publicidade criativa para promover um produto ou serviço de maneira pouco convencional. Esse método foi desenvolvido por Jay Conrad Levinson no final da década de 1970.

Para elaborá-lo, ele se inspirou nas táticas utilizadas na guerra do Vietnã, e até hoje esse método vem sendo utilizado por empresas dos mais variados segmentos.

Faz parte do ser humano criar oportunidades de inovar e trazer soluções criativas para o dia a dia, e isso também se aplica na hora de criar maneiras de divulgar produtos, serviços e ideias.

Uma das maiores características do marketing é que podemos colocá-lo em prática de diferentes formas, sendo uma área que favorece a inovação. Tanto é que o marketing digital mudou completamente a realidade das empresas.

Mas, assim como surgiram as estratégias digitais ao longo do tempo, também surgiu o marketing de guerrilha, que ganha cada vez mais espaço por causa dos impactos que provoca.

Para aprofundar um pouco mais o assunto, o artigo falará sobre sua importância, como ele funciona e te dará algumas dicas para colocá-lo em prática a favor dos negócios.

Por que o marketing de guerrilha é importante?

Marketing de guerrilha nada mais é do que uma estratégia focada na criação de modos diferentes para divulgar marcas, produtos e serviços. Ele também é um método um pouco mais agressivo do que os demais.

Seu propósito é aumentar os impactos sobre o público por meio de um investimento mais baixo. Essa estratégia vem se expandindo constantemente e promete fazer mais com menos.

Para uma gráfica especializada em cartão de visita psicologia, compreender o que faz com que essa prática alcance resultados tão expressivos é crucial para planejar ações de sucesso.

Se você comparar o marketing tradicional com o marketing de guerrilha, talvez não encontre muitas diferenças técnicas, pois ambos trabalham com anúncios para atrair a atenção das pessoas.

No entanto, o maior diferencial está na abordagem, e ela se destaca porque, atualmente, os consumidores são bombardeados por um grande volume de informações, prazos e tarefas.

Isso fez com que eles se tornassem mais seletivos e começassem a prestar atenção apenas naquilo que realmente vale a pena.

Os anúncios tradicionais se tornaram uma distração descartável e a maioria das pessoas não quer ser incomodada por uma propaganda inconveniente. O marketing de guerrilha foi criado para ser chamativo ao ponto de ser impossível ignorá-lo.

Consequentemente, cria um impacto duradouro na mente dos consumidores. O propósito é provocar uma reação que leva as pessoas a reavaliarem suas prioridades e hábitos, além de despertar o concorrente diretamente.

Como funciona o marketing de guerrilha

Não importa se você quer divulgar maquiagem para madrinha de casamento vestido rosa ou uma bateria de automóvel, o funcionamento do marketing de guerrilha será o mesmo e ele utiliza:

  • Intervenção urbana;
  • Free mídia;
  • Estratégias corpo a corpo;
  • Parcerias com influenciadores.

A intervenção urbana acontece por meio de elementos nas ruas, como faixas, anúncios em postes, entre outros que compõem um cenário de guerrilha.

O free mídia, por sua vez, trata da mídia espontânea e acontece quando uma ação consegue se tornar uma pauta para jornais e revistas.

Quanto às estratégias corpo a corpo, são ações que abordam o público e criam uma interação com a marca através de modelos e atores.

Por fim, as parcerias com personalidades da Internet acontecem quando a marca contrata um influenciador para que ele fale sobre seus produtos e serviços de maneira espontânea para o público que o segue.

Para aproveitar todo o potencial do marketing de guerrilha, é necessário saber como colocá-lo em prática, algo que este artigo vai te ensinar.

Como implementar o marketing de guerrilha

Você já sabe que todo tipo de empresa, inclusive uma especializada em limpeza garagem condomínio, pode investir em marketing de guerrilha, no entanto, é preciso investir em algumas estratégias para isso.

Só que, antes de apresentá-las, é importante dizer que os resultados trazidos por este tipo de marketing podem ser bons ou ruins e, para evitar problemas, é necessário tomar alguns cuidados. Para não errar na dose e ter sucesso com a estratégia, as dicas são:

 

1. Conhecer os seus clientes

A primeira coisa que você precisa fazer é conhecer muito bem as pessoas que serão atingidas por essas campanhas.

Faça um levantamento sobre elas, incluindo os clientes atuais e aqueles que podem se interessar por seus produtos e serviços futuramente. Neste processo, considere as informações que possui sobre a persona do seu negócio.

É fundamental tomar tal cuidado para evitar que uma boa ideia se transforme em um grande fracasso apenas por não se encaixar nos valores e interesses dos indivíduos que você quer impactar.

2. Fazer parcerias

Uma empresa de instalação de tela de proteção para cachorro pode investir em uma das melhores estratégias de marketing, conhecida como co-marketing. Trata-se da formação de parcerias com outras empresas para potencializar o alcance das marcas.

Dentro do marketing de guerrilha também é possível fazer essas parcerias, e existem variados exemplos delas no mercado envolvendo grandes nomes.

3. Saber executar as ações

A maioria das campanhas de marketing que não funcionam, não costuma falhar durante a fase de planejamento, e sim quando as ações começam a ser executadas.

Depois que um negócio houver definido a maneira que quer atrair e impactar o público, tentando ser o mais original possível, é essencial considerar tudo o que precisa ser feito para que a ideia seja realmente um grande triunfo.

Se durante a execução você perceber que precisa da ajuda de um parceiro, procure se reunir com ele para dividir as tarefas e pensar em como as coisas vão funcionar.

Nesse contexto, uma empresa de instalação de alta tensão pode organizar cada passo de sua campanha e fazer um check-list de tudo aquilo que precisa ser seguido.

4. Valorizar as origens do negócio

Outra característica de destaque do marketing de guerrilha é que ele não precisa seguir uma única fórmula para ser trabalhado, muito pelo contrário. Para que seja realmente um sucesso, a padronização é uma coisa que tem que ficar de fora.

Existem campanhas que conseguem ser muito cômicas, outras são desafiadoras para o público e ainda existem aquelas que conseguem instigar a audiência. Ademais, há ações que tratam de assuntos sérios para a sociedade.

Analisando por este lado, fica claro que seria impossível desenvolver uma fórmula única e capaz de comportar tantos objetivos e mensagens diferentes.

Exatamente por esta razão, é recomendável não fugir de suas origens. Por exemplo, uma empresa de manutenção jardim pode utilizar uma linguagem mais leve e descontraída, portanto, deve seguir por este caminho.

Caso contrário, o ideal é se adaptar conforme as necessidades e garantir que o resultado da estratégia seja realmente autêntico.

5. Buscar a originalidade

Embora não exista um método ímpar para trabalhar o marketing de guerrilha, ainda assim, é fundamental saber ser inovador. Ninguém consegue se destacar copiando aquilo que outros já fizeram.

Inclusive, essa tentativa é uma perda de tempo e dinheiro em tempos de comunicação acelerada, pois logo os consumidores vão perceber.

Mesmo que uma ideia já existente pareça fazer sentido para o seu negócio, a originalidade é sempre a melhor escolha. É claro que você pode se inspirar em outros modelos que seguiram essa estratégia, mas eles não devem ser copiados.

Um fabricante de pino guia com rosca pode usar campanhas antigas para ter boas ideias e aguçar sua criatividade. É uma forma de aprender com tudo aquilo que já foi feito e criar algo que gere impactos positivos.

6. Saber as emoções que quer provocar

Um dos objetivos do marketing de guerrilha é despertar emoções nas pessoas e, para isso, a marca precisa saber com antecedência os tipos de sensações que quer causar.

Em uma das dicas anteriores, você pôde ver que existem campanhas sérias, chocantes, divertidas e assim por diante, e elas acompanham as características dos temas que estão tratando.

Um fabricante de persiana de teto motorizada, por exemplo, pode apostar em ideias criativas e leves, ao contrário de uma campanha de conscientização contra a AIDS que precisa ser tratada com mais seriedade.

Em linhas gerais, procure desenvolver um projeto que faça com que as pessoas associem a sua marca com coisas positivas, pois é assim que elas se sentirão atraídas pela proposta.

Considerações finais

O marketing de guerrilha, como o próprio nome sugere, transmite mensagens fortes, impactantes e provocativas, fazendo com que o público reflita e aja do modo como a marca espera.

Ele pode ser trabalhado dentro e fora da internet, e seguindo as dicas que mostradas ao decorrer deste conteúdo, sua empresa será capaz de se sobressair no mercado, atrair os clientes e potencializar o interesse do público por seus produtos e serviços.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

 

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

 
A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: