O que é meta SMART?

meta smart

A técnica SMART é uma maneira prática e altamente eficaz de fazer com que você ou a empresa onde você trabalha consiga alcançar metas palpáveis e próximas da realidade.

Isto, contando com especificações que garantem a produtividade e esforços com determinação.

Geralmente, as metas, em especial, dentro de nossas vidas pessoais, costumam a ser apenas pensadas ou no máximo anotadas em um papel de sacola papel kraft, o que acaba dispersando o foco e todas as ações planejadas para chegar em um resultado dentro de uma meta SMART.

No entanto, além da visualização e determinação em moldes mais práticos, em grande parte dos casos as metas acabam se tornando irreais dentro de uma realidade SMART.

Esse ponto, aliado com a falta de conexão com itens que devem ser palpáveis, como números de uma meta em uma empresa de relógio de ponto digital com comprovante tornam a conquista e todo o caminho a ser percorrido ainda mais complicado.

A meta SMART consegue trazer esse diferencial, por meio de especificações que garantem a qualidade de toda a ação para chegar ao seu objetivo. 

Portanto, no artigo a seguir vamos entender mais sobre ela, a importância de seu uso e como melhorar ainda mais seus resultados.

O que é a meta SMART?

A meta SMART é uma metodologia que determina uma criação de metas baseadas em pontos que tragam uma relevância e uma funcionalidade, tanto ao propósito quanto às formas de chegar até o foco, agregando uma organização e um entendimento das partes.

Seu nome é uma junção de cinco palavras que determinam cada fase da metodologia:

  • S (específica, ou specific);
  • M (mensurável);
  • A (atingível);
  • R (relevante);
  • T (temporal).

Começando pela específica, podemos entender que a meta deve ser formada a partir de algumas especificações importantes, que entregam não apenas um entendimento do propósito, mas questionam tudo o que é desejado com ele e os participantes do processo.

Por exemplo, para uma empresa de avaliações patrimoniais que deseja aumentar seu lucro em relação aos atendimentos nas redes sociais, é importante questionar os pontos.

Assim, podemos entender o que é desejado com a meta, quem serão os responsáveis em colocá-la em prática, de que forma e onde ela vai ser feita, quais as estratégias para alcançar o que é preciso e como é possível seguir esse planejamento.

No quesito mensurável, como o próprio nome afirma, é preciso entender de forma concreta o que é a meta a alcançar em um conserto de gerador, seja em números ou em palavras.

Assim, é preciso questionar qual o resultado que deseja ser conquistado, seja um número de vendas, um valor em caixa, a porcentagem de aproximação do cliente, dentre outras dentro da meta SMART. 

Além disso, a praticidade do entendimento vem também em relação ao tempo levado.

Por exemplo, em quanto tempo a meta de uma empresa de ar condicionado industrial em conquistar clientes em uma determinada região deve demorar. 

Afinal, isso vai determinar não somente as ações, mas todos os envolvidos também. Atingível é o terceiro ponto a ser compreendido pela técnica SMART. 

Esse ponto é de extrema importância para saber se todo o trabalho para a meta valerá a pena.

Isso porque muitas pessoas e até mesmo empresas costumam trabalhar com metas exorbitantes e por vezes fantasiosas, sem entender a realidade das formas de alcance.

Em relação aos negócios que utilizam essa metodologia, é interessante abrir o questionamento para todas as pessoas que vão participar dessa situação de conquista, como funcionários de uma clínica de exame periódico empresa.

O ponto relevante traz consigo outro questionamento em relação à importância, mas sobretudo à maior urgência em relação a outras prioridades e metas.

Isso mostra para as pessoas que vão colocar em prática estratégias e ações para alcançar a meta que de fato ela é essencial e deve ser vista como a principal motivação de trabalho.

Esse ponto pode ajudar, inclusive, na produtividade das equipes envolvidas nesse serviço, como dentro de uma empresa de rastreamento de carros, de modo a entenderem que todo o esforço feito em equipe está acontecendo em prol de algo muito maior.

Por fim, o temporal agrega à metodologia a relação ao tempo, e não em um sentido da data final ou o prazo da meta SMART, mas o período que ela será trabalhada até que se concretize.

Isso pode ajudar no foco e sobretudo no controle do tempo que vai ser gasto, seja por uma única pessoa ou por uma equipe, trazendo uma certeza ainda maior sobre a organização do tempo e dos esforços para isso, como em uma espaço de aparelho fixo transparente.

Por que é importante utilizar esse recurso?

Ao entendermos de forma mais próxima todas as especificações da meta SMART, bem como os seus significados, fica fácil saber porque ela é importante. 

Afinal, sem esse trabalho específico seria muito mais difícil pensar e agir de forma correta.

Porém, o primeiro ponto, além desse, que pode ser trazido como importante em relação à meta é a compreensão sobre o que ela vem a agregar, e se ela deve existir.

Muitas vezes traçamos metas que, embora sejam desejadas em certos momentos, podem não ser altamente interessantes para que valham um esforço, como em relação à relevância, um dos pontos trazidos dentro do destrinchamento do SMART.

Dentro de uma empresa, em meio ao trabalho contínuo de uma equipe, essa determinação é mais do que valiosa para um trabalho bem feito e com resultados possíveis.

Isso porque, embora não pareça, um time que trabalha com uma meta bem traçada, com objetivos claros e que tenham pontos de relevância, acaba se sentindo muito mais motivado, abraçando o projeto e tendo o foco necessário para a conquista.

Outro ponto é a estruturação interna para que um objetivo seja cumprido. Por exemplo, dentro de um negócio cuja meta são ganhos financeiros, é preciso uma delimitação.

Isso faz sentido em relação ao tempo, à quantidade de pessoas envolvidas e até mesmo aos próprios investimentos. 

Em casos onde isso não acontece, tudo fica muito mais difícil, tanto em relação à organização, quanto às ações que são necessárias.

A transparência conquistada com a SMART é de forte impacto. Quando se faz possível visualizar todo o processo e até mesmo o próprio resultado que deseja ser alcançado, tudo se torna cada vez mais fácil, seja a compreensão quanto o lembrete diário.

Por isso muitas empresas e até mesmo pessoas que trabalham com metas costumam usar a metodologia e transpor todas essas questões em quadros e cartazes.

Olhar todos os dias para um foco ou um propósito desejado torna o processo muito mais motivante.

Além de que é preciso estar sempre em uma comunhão com planejamentos feitos a tempos atrás, o que nem sempre podem ser bem lembrados.

Como melhorar os resultados das metas?

Para que o resultado de uma meta possa chegar às pessoas envolvidas com maior propriedade, é essencial que haja um acompanhamento metódico de todo o processo da meta SMART.

Isso torna a compreensão de todas as ações presentes muito mais fácil, além da localização de potenciais erros e até mesmo mudanças necessárias ao longo do caminho até finalizar a met. 

Afinal, nem tudo o que é imaginado acaba servindo como base para uma atitude.

A transparência a todos, como dito ao longo do texto, se faz necessária durante todo o percurso e deve ser ainda mais trabalhada por meio de uma comunicação entre todos.

Ainda que as metas sejam feitas, no caso de equipes de trabalho, por lideranças e tomadores de decisões, todos os participantes devem ter voz e ouvidos ativos, compreendendo cada etapa e acompanhando de perto todos os progressos.

Isso gera maior responsabilidade, o que pode ser interessante para o caso de metas que precisam de um esforço recorrente de muitas pessoas.

Em seguida, uma dica que pode caber em um momento próximo de conquista, ou até mesmo depois que ela for alcançada, é a apresentação devida de todos os resultados SMART.

Por meio dessa visualização do que foi feito, bem como erros e acertos, tornam a satisfação e também a manutenção das ações e equipes para próximas metas algo muito mais interessante, e com certeza, agregando alta credibilidade ao processo.

Considerações finais 

A metodologia SMART é uma das formas mais interessantes de criar e trabalhar em cima de uma meta. 

Isso porque, a partir da análise contínua do que é relevante e o que pode ser passável ou não dentro de um processo, tudo se torna mais fácil de alcançar.

Além disso, entender se a meta é real ou fantasiosa, as partes que integram sua resolução, dentre outras questões, agregam resultados mais rápidos e concretos.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos