Merchandising: 7 dicas para impulsionar a venda de seus produtos

merchandising

Merchandising é uma estratégia de marketing que tem como foco apresentar e transmitir informações relacionadas a produtos e serviços dentro do ponto de vendas.

Muito se ouve falar sobre essa técnica de marketing e a maioria das pessoas tem uma noção sobre seu conceito, mesmo assim, existem muitos gestores e empreendedores que não sabem aplicá-la ao negócio.

Compreender esse conceito é fundamental para aplicá-lo ao empreendimento e ter mais sucesso, algo que está relacionado à comoditização e massificação das soluções ofertadas.

Isso porque o ponto de vendas, o atendimento oferecido para os clientes, bem como os produtos e serviços estão cada vez mais similares nos dias de hoje. A grande dúvida das marcas é sobre o que fazer para se destacar.

Os negócios querem descobrir as ações mais eficazes para atrair clientes e agregar valor aos produtos e serviços. Mas para que seja possível fazer boas estratégias de merchandising, é fundamental se aprofundar sobre o assunto.

A loja precisa entender seu conceito, saber quais são os fatores que influenciam a decisão de compra dos consumidores e como elaborar uma boa estratégia de merchandising para impulsionar as vendas.

O que é merchandising?

Merchandising nada mais é do que uma estratégia de marketing com a finalidade de apresentar produtos e repassar informações sobre eles dentro dos pontos de venda.

O objetivo final é aumentar o giro de mercadorias e evitar que elas fiquem paradas por muito tempo no estoque. Por essa razão, o recurso diminui os custos da companhia, uma vez que o armazenamento de produtos pode trazer gastos extras.

No entanto, uma loja de peças de motor para portão deslizante industrial consegue reduzir os custos aumentando a rotatividade dos produtos.

O merchandising também tem como finalidade atrair os clientes no ponto de vendas e fazer com que eles se sintam interessados pelas soluções. Porém, a marca só consegue fazer isso se compreender muito bem o comportamento dos consumidores.

É fundamental entender quais são suas preferências, demandas e desejos para trabalhar com ações que vão influenciar a decisão de compra, mesmo que a pessoa não tenha necessidade do produto no momento em que está no ponto de vendas.

Fatores que influenciam a decisão de compra

A decisão de compra é influenciada por uma série de fatores relacionados ao comportamento do público. São eles:

  • Cultura;
  • Classe social;
  • Fatores psicológicos;
  • Personalidade;
  • Idade;
  • Familiares e amigos;
  • Estilo de vida.

A cultura é um conjunto que inclui conhecimentos, artes, crenças e valores e eles influenciam a maneira como as pessoas vivem, agem e pensam. Quando os valores culturais das pessoas são trabalhados, os resultados são muito maiores.

A classe social determina o posicionamento do indivíduo em relação aos produtos e serviços, considerando o seu poder de compra e o lugar na sociedade.

Se uma pessoa precisa de instalação elétrica aparente externa, vai procurar uma empresa que a represente em diferentes aspectos da vida, assim sendo, o consumidor tende a procurar soluções que se ajustam à sua condição social.

Existem quatro fatores psicológicos que influenciam a decisão de compra, sendo a motivação, percepção, aprendizagem e convicções, mas eles não funcionam como etapas de compra.

A motivação é responsável pela ação do indivíduo, enquanto a percepção envolve impressões e a forma como as coisas são vistas e interpretadas, ao passo que a convicção serve para avaliar a relevância do produto.

A aprendizagem está relacionada aos fatores anteriores e influencia a decisão de compra, visto que se a pessoa tiver uma experiência negativa com a marca, pode prejudicar sua reputação.

A personalidade influencia escolhas em diferentes aspectos da vida, como escolha de uma profissão, relacionamentos, desejos, medos, entre outros. É possível dividir os tipos de personalidade em grupos, assim, fica mais fácil compreender o consumidor.

Uma pessoa que está interessada em comprar piso tipo paver não tem a mesma idade daquela que se interessa pela moda infanto juvenil. Isso quer dizer que a idade está relacionada a fatores psicológicos.

Conforme uma pessoa envelhece, modifica suas ideias e maneiras de pensar, bem como suas convicções e motivações, afinal, está vivenciando experiências.

Com base nisso, uma campanha que atrai um público mais jovem não deve ser trabalhada para as pessoas mais velhas, visto que são grupos com prioridades distintas e as ações de marketing devem ser compatíveis com elas.

O meio em que as pessoas vivem também influencia muito em sua decisão, principalmente quando ele envolve amigos e familiares.

As pessoas costumam pedir a opinião de quem já comprou com determinada marca para saber como foi sua experiência, se a solução é de qualidade, entre outras questões.

Por fim, o estilo de vida também influencia porque ele é formado por hábitos e aspirações. Enquanto alguém está disposto a gastar um pouco mais para assinar IPTV legalizado, outro está focado em uma solução diferente.

Como fazer merchandising

As estratégias de merchandising são capazes de impulsionar as vendas, mas é fundamental compreender que existem ações básicas que devem ser adotadas por qualquer tipo de negócio.

Da mesma forma, existem ações inovadoras que ajudam o negócio a se diferenciar dos concorrentes. Para elaborar uma boa campanha, algumas dicas são:

 

1. Definir o público

A base para o funcionamento de qualquer estratégia de marketing ou vendas é conhecer o público-alvo da marca.

No entanto, quando se trata de merchandising, as características das pessoas precisam estar muito bem delimitadas, tendo em vista padrões de consumo, hábitos de compra e comportamento do consumidor.

2. Definir metas

Quando uma estratégia for elaborada, precisa estar de acordo com as metas que o negócio quer atingir, além disso, é essencial definir os prazos para conquistar os objetivos.

Uma loja de bateria cral 150 deve mensurar e garantir que as estratégias estão sendo bem realizadas e de que não existem desvios acontecendo. Se alguma falha for encontrada, precisa ser analisada e ajustada para evitar prejuízos.

3. Criar estímulos adequados

Conhecer o público é primordial porque os estímulos precisam estar adaptados aos fatores que englobam essas pessoas.

O estabelecimento deve levar em conta seus desejos, demandas e necessidades, oferecendo produtos e serviços compatíveis com suas expectativas em relação à qualidade, atributos físicos, funcionalidades e preço.

4. Cuidar do ponto de vendas

O aspecto físico do ponto de vendas também faz toda a diferença para as estratégias de merchandising. É crucial oferecer um espaço bonito e agradável e com uma atmosfera convidativa para os clientes.

É muito importante investir no layout, organização dos produtos, aparência, motivação dos funcionários e conservação das instalações.

Isso não significa que a loja precisa ser luxuosa, mas apenas garantir um aspecto positivo, assim como faz uma empresa de lavagem de carpete residencial.

5. Criar um calendário de promoções

Uma das maneiras mais eficientes de atrair os consumidores é por meio das promoções, mas para aproveitar as vantagens que elas trazem, é necessário criar um calendário anual para todos os períodos sazonais, como Natal e Black Friday.

Lembrando que os períodos precisam fazer sentido para a área de atuação da corporação, pois é assim que vai trazer impactos positivos para o público.

Os displays usados no ponto de vendas precisam ser trocados mensalmente para destacar as novidades.

6. Trabalhar diferentes sentidos

A experiência no ponto de vendas não precisa ficar restrita somente a um sentido do consumidor, na verdade, quanto mais sensações despertar, melhor.

Quando o cliente procura telefone de empresa de portaria na internet, ao visitar o estabelecimento, deseja ter uma experiência positiva.

O ponto de vendas precisa pensar no som ambiente, nos aromas espalhados, no tipo de iluminação que vai usar, entre outras ações que favorecem a exposição dos produtos.

Quando o cliente entrar na loja, vai se sentir envolvido por ela, existem diversos exemplos de estabelecimentos que sabem trabalhar muito bem essas questões.

7. Oferecer exclusividade

Um elemento de exclusividade faz toda a diferença no ponto de vendas, podendo ser uma maneira distinta de apresentar os produtos, uma promoção diferenciada ou até mesmo brindes customizados.

Embora o cliente se preocupe com algumas questões, por exemplo, quando pesquisa sobre portaria virtual preço, sempre vai se interessar por uma marca que saiba chamar sua atenção e criar uma sensação nova.

Considerações finais

Investir em merchandising para as marcas, independentemente do segmento de atuação, mas quando se trata das lojas e pontos de vendas em geral, saber trabalhar a percepção do consumidor é indispensável para alavancar as vendas.

Essas ações não precisam ser realizadas apenas em períodos sazonais, na verdade, são práticas que podem ser trabalhadas pelos negócios em qualquer época do ano.

Se pensadas de acordo com as características e interesses do público, trazem resultados surpreendentes e aumentam os lucros da marca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.




Quer saber como melhorar o posicionamento do seu site?
Ou, talvez você queira apenas fazer o seu melhor #anunciodevenda ...
SIM. QUERO SABER MAIS!


No Blog do Convidar publicamos dicas de como anunciar mais com anúncios de vendas mais eficientes. Da mesma forma, dicas de como fazer propaganda grátis na internet de maneira muito fácil.

Como funciona | Nossos Serviços | Análise gratuita  |  Fale Conosco  |  Anuncie Melhor  |

Certamente, gostaríamos de saber sua opinião, suas dicas e comentários. Aproveite o espaço abaixo reservado para a pessoa mais importante no nosso trabalho. Você!

 

Obrigado por nos visitar. Deixe uma opinião ou mensagem, isso nos ajuda a melhorar esse espaço

A PUBLICIDADE

É CRUCIAL PARA O SEU NEGÓCIO?
CONHEÇA O PIN!

 
A solução de marketing para empresas e pessoas fazerem mais negócios
Que tal alcançar uma fatia maior do seu mercado consumidor?
Projeto
close-link
Scroll to Top
%d blogueiros gostam disto: